03 de maio de 2019
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 03/05/2019 às 00h00

Neste sábado, 4/5, todas as Unidades de Saúde estarão abertas para o dia D da vacinação contra a gripe


Neste sábado, 4/5, todas as Unidades de Saúde estarão abertas para o dia D da vacinação contra a gripe (Imagem: Divulgação)

Neste sábado, 4/5, todas as Unidades de Saúde estarão abertas para o dia D da vacinação contra a gripe (Imagem: Divulgação)


A gripe é uma doença respiratória infecciosa de origem viral que pode se agravar até o óbito, principalmente em indivíduos que apresentam fatores e condições de risco para a complicação da infecção. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência de Imunização, informa que neste sábado, 4, todas as Unidades de Saúde dos 75 municípios sergipanos estarão abertas, das 8h às 17h, para o dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. É importante lembrar de levar o cartão de vacinação que, nesta campanha, de acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde, poderá ser atualizado.


“Amanhã, dia D, é um dia impar porque as unidades estarão voltadas somente para a vacinação, então é muito tranquilo, já que não haverá outras atividades dentro das Unidades de Saúde, então não perca essa oportunidade de amanhã receber sua vacina. Hoje, a vacina é a única forma de prevenção que nós temos para a gripe, principalmente para os três vírus de maior circulação no país, o H1N1, o H3N2 e a Influenza B. Existem outros meios de diminuir a circulação do vírus como lavar as mãos a todo o momento, evitar aglomerados, proteger ao espirrar, mas prevenção mesmo é a vacina”, diz a gerente de Imunização, Sândala Teles.


O público esperado é aquele considerado prioritário pelo Ministério da Saúde, composto por crianças de 6 meses a menores de 6 anos, indivíduos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas até 45 dias do parto, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, adolescentes entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.


Cobertura baixa
Em Sergipe são esperadas 562.414 pessoas a serem imunizadas e a meta mínima é de 90% o que corresponde a 506.173, mas, apesar de a Campanha ter iniciado em 10 de abril, até o momento apenas 30% da população foi vacinada, o que corresponde a 180 mil doses aplicadas.


“De acordo com o que já está registrado no nosso sistema a cobertura está muito baixa. Nós temos uma preocupação com quem deixa para a última hora, quando se formam filas imensas e desnecessárias nas Unidades de Saúde. O quanto antes receber a vacina, melhor será, porque a gente sabe que, do momento em que se recebe a vacina, ainda temos de 10 a 15 dias para adquirir imunidade, e as pessoas ficam todo esse tempo desprotegidas. Agora é um período de chuvas, já estamos vendo pessoas com problemas respiratórios, então não vamos esperar adoecer para depois receber a vacina”, reforça Sândala.


Doenças crônicas
Para as pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, Sândala traz uma orientação importante: “Essas pessoas precisam comprovar, através de uma declaração do seu médico, que tipo de doente crônico é, se pneumopata, cardiopata, de acordo com a lista do Ministério da Saúde. É preciso levar essa declaração para a Unidade de Saúde no dia da vacinação. É importante que essas pessoas já procurem seus médicos e providenciem a declaração para vacinação porque, sem ela, o vacinador não poderá vacinar”, explica.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação