17 de maio de 2019
POR: Kelly Monique Oliveira
Fonte: Rede Alese
Em: 16/05/2019 às 00h00

Reitor alerta que cortes do Governo Federal prejudicam a UFS


O reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Ângelo Roberto Antoniolli, esteve na manhã desta quinta-feira, 16, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) para apresentar dados sobre a reestruturação e expansão das instituições de ensino superiores públicas. A propositura foi do presidente da Alese e deputado estadual Luciano Bispo (MDB).


Temas como o crescimento da UFS após o REUNI e o impacto social e econômico no estado de Sergipe foram abordados, além da real situação da UFS frente ao contingenciamento imposto pelo Ministério da Educação (MEC), que representa 30%, uma redução de R$ 31,8 milhões dos recursos, comprometendo o funcionamento da instituição.


“Com esse dinheiro pagamos os nossos vigilantes, o pessoal da limpeza e os motoristas. Com o contingenciamento, afeta diretamente ao funcionamento da UFS e, certamente, terei que fazer opções entre dispensar uma empresa que presta vigilância, deixando a UFS a mercê e, da mesma forma, o pessoal da limpeza que já vem sendo trabalhada de forma contingenciada”, destacou o reitor, ressaltando que não pode ter essa postura porque a comunidade interna ficará em uma situação fragilizada.


O professor relatou também que durante três, quatro anos a instituição sofreu diversos cortes no orçamento. E com mais esse, afetará diretamente o funcionamento das 63 universidades públicas. “Não adianta de nada esse contingenciamento ser ressarcido daqui a seis meses porque não terá mais como reverter à situação. Consequentemente, vai gerar desemprego agravando ainda mais o problema que o Brasil e Sergipe vêm sofrendo”, destacou.


Para o presidente da Casa Legislativa e autor da propositura, deputado Luciano Bispo (MDB), a discussão foi importante no sentido de mostrar o funcionamento, o quanto e como gasta as verbas. “As universidades brasileiras são importantes! Se tem algo a corrigir vamos corrigir, mas dizer que as instituições têm um custo altíssimo e que não é bom para o brasileiro eu discordo. Acho um equívoco essa informação. E em Sergipe, a UFS tem um papel importante, principalmente para a camada mais pobre”, destacou o presidente da Alese.


Participação
Os deputados estaduais Iran Barbosa (PT), Goretti Reis (PSD), Gilmar Carvalho (PSC), Georgeo Passos (Rede), Dilson de Agripino (PPS), Maria Mendonça (PSDB), Luciano Pimentel (PSB), Diná Almeida (Pode), Janier Mota (PR) e Zezinho Sobral (Pode) prestigiaram a Sessão Especial aprovada, por unanimidade, através de requerimento apresentado pelo presidente da Alese Luciano Bispo (MDB).

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação