03 de maio de 2019
POR: Célia Silva
Fonte: Fan F1
Em: 03/05/2019 às 16h09

"Cortes na educação podem retardar o crescimento do país", diz reitor da UFS


O reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS) disse no Jornal da Fan desta sexta-feira, 3, que os cortes na educação que o atual governo vem promovendo são muito preocupantes e que a sociedade deve ficar atenta. “As universidades são o grande patrimônio imaterial da sociedade brasileira”, falou  Ângelo Antoniolli.


Antoniolli lembrou que os cortes em investimentos na educação podem retardar o crescimento do país ao longo do tempo, “e isso é preocupante porque 90% de tudo o que tem se produzido no país passa pelas universidades”, comparou.


Dados equivocados
O reitor também comentou no programa sobre a recente entrevista do ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni em que comparou a UFS com uma universidade privada de Sergipe, colocando a pública com um rendimento bastante aquém à particular. Para Antoniolli, além de o ministro ter passado dados inverídicos, criou um clima de tensão desfavorável em duas instituições de ensino respeitáveis.


Antoniolli informou que a UFS tem 30 mil alunos, cinco campi no interior e possui 54 programas de Pós-Graduação, quatro deles com nota 5 pela Capes.  A Universidade Federal de Sergipe tem 50 programas de mestrado acadêmico, nove programas de mestrado profissional e 16 programas de doutorado. “Temos dois programas de doutorado com nota 5”, disse.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação