18 de Maio de 2017
POR: Assessoria Museu da Gente Sergipana
Fonte: Assessoria Museu da Gente Sergipana
Em: 18/05/2017 às 00h00

Cia. Ponto de Teatro faz sua última apresentação no Teatro no Museu


A peça ‘Na casa de vô Antenor’ é a segunda a entrar em cartaz no Museu da Gente Sergipana e encerrará sua participação com mais uma apresentação no próximo sábado, dia 20.


Cia. Ponto de Teatro faz sua última apresentação no Teatro no Museu (Imagem: Divulgação/Museu da Gente Sergipana)

Cia. Ponto de Teatro faz sua última apresentação no Teatro no Museu (Imagem: Divulgação/Museu da Gente Sergipana)


Próximo sábado, dia 20, às 16h, a Cia. Ponto de Teatro realizará a última apresentação do espetáculo ‘Na casa de vô Antenor’.  Essa é a segunda peça em cartaz na Temporada 2017 do Teatro no Museu, uma iniciativa do Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana, em parceria com as Companhias Ponto de Teatro, Os Tripulantes, Catalise, Cígari, Ubuntu – Teatro Negro, Cia. dos Sonhos e do contador de histórias Luciano Góis. O objetivo é abrir espaço para projetos de artes cênicas direcionados a crianças, adolescentes e toda família, fomentar a produção artística local e a formação de plateia.


‘Na casa de vô Antenor’ conta a história dos netos Antônio e Antonesco e do avô Antenor através de uma narrativa recheada de situações rotineiras que promove a reflexão acerca das convivências e das relações. A peça gira em torno da costumeira visita dos netos ao avô, um homem de bem com a vida que gosta de ensinar, aprender, cantar e contar histórias, principalmente quando os netos estão na casa dele. A chegada dos netos cheios de energia é sempre motivo de muita festa e momento para estimular as crianças a pensarem o significado de cada gesto, de cada palavra, estimulando já na infância a convivência harmoniosa.


Há vários sábados na companhia desses três personagens encantadores em um cenário colorido, movimentado e musical, o público agora se despedirá para que entre em cena no dia 27 de maio ‘Encontro e Reencontro’, da Cia. Os Tripulantes. Ainda farão parte da temporada os espetáculos ‘Uma viagem ao fantástico mundo do saber’, da Cia. dos Sonhos; ‘A historinha de Maria e João’, do grupo Catalise; ‘O Grande Circo Gentil’, da Cia. Cígari, e ‘Ananse, uma lenda africana’, do grupo Ubuntu – Teatro Negro.


Os ingressos para os espetáculos são adquiridos no museu antes de cada apresentação no valor de R$20,00 inteira e R$10,00 meia, sendo que adulto acompanhado de uma criança paga meia e toda a renda será revertida para as companhias de teatro. O Museu da Gente Sergipana Governador Marcelo Déda está localizado na Avenida Ivo do Prado, 398, Centro, em Aracaju. Para saber mais sobre a programação da temporada e os espetáculos, acessar o site do Museu da Gente Sergipana (museudagentesergipana.com.br), Facebook (Facebook.com.br/museudagentesergipana) e pelo Instagram (instagram.com.br/museudagentesergipana_oficial) ou através do telefone do Instituto Banese (79) 3218-1551.


Ponto de Teatro


Surgida em 15 de agosto de 2003, a Companhia Ponto de Teatro se fez presente nos principais eventos culturais do Estado, a exemplo do Encontro Cultural de Laranjeiras, TOBIARTE – Festival de Artes de Tobias Barreto, Festival Sergipano de Teatro e Mostra Sesc de Artes Cênicas. Também já participou do Projeto Temporada, na Casa Rua da Cultura; do Projeto Temporada Mariano de Artes Cênicas, no Teatro Lourival Baptista; e da Temporada 2016 do Teatro no Museu, com o espetáculo Faz de Conta.


A companhia reúne prêmios de festivais sergipanos e de outros estados, a exemplo do Festival de teatro competitivo da Paraíba e do Destaques da Crítica para o Teatro Sergipano, recebendo cinco prêmios, com o espetáculo Faz de Conta: sonoplastia/trilha sonora, direção teatral, encenação, atuação/interpretação e texto. A Companhia Ponto de Teatro também desenvolve os projetos ‘O teatro vai às escolas’ e ‘O teatro vai às empresas’.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Fale Conosco