05 de abril de 2018
POR: Secult/SE
Fonte: Secult/SE
Em: 05/04/2018 às 00h00

"Uma Noite em Veneza" é destaque em concerto da Orsse


A Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) estreia na próxima quinta-feira, 12 de abril, mais uma temporada da “Série Laranjeiras” de Concertos, no Teatro Atheneu.  Sob a regência do maestro Guilherme Mannis, o grupo realizará o concerto “Uma noite em Veneza”, inteiramente dedicado a obras do Barroco italiano, abordando compositores como Antônio Vivaldi, Arcangelo Corelli, Tommaso Albinoni e Alessandro Scarlatti.


"Uma Noite em Veneza" é destaque em concerto da Orsse (Foto: Pritty Reis/ Secult/SE)

"Uma Noite em Veneza" é destaque em concerto da Orsse (Foto: Pritty Reis/ Secult/SE)


Entre os destaques, o público também poderá assistir a diversos concertos de Vivaldi executado por grandes instrumentistas da Orquestra, entre eles, Andressa Souto, Fabiano Santana, Sílvio Jackel e Thiago Salvino. Os ingressos, a preços populares, estão disponíveis para venda na bilheteria do Teatro a partir do dia 10 de abril. A Orsse é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).


Segundo o maestro Guilherme Mannis, apesar do grupo utilizar instrumentos modernos, a abordagem da interpretação levará em conta muitos aspectos da época. “Todo o nosso trabalho tentará recriar musicalmente, no Palco do Teatro Atheneu, o que se fazia na Veneza do Século XVII. Além de proporcionar ao público uma viagem artística a esta espetacular cidade, nossa interpretação entra no túnel do tempo e revive muitas características daquela época, sendo uma das quais a regência paralela à performance ao cravo, instrumento este que é o coração da composição orquestral barroca”, afirmou.


Entre os destaques do concerto estão a execução da famosa “Primavera”, uma das “Quatro Estações”, de Vivaldi, além de Concertos para Piccolo e Violoncelos. Além disso, serão apresentados Concertos Grossos (peças caracterizadas por diálogos entre pequenos grupos concertantes e a orquestra) de Corelli e Scarlatti, além do famoso Adagio, de Tommaso Albinoni, trilha sonora de um grande número de produções cinematográficas.


Sobre os solistas
A violoncelista Andressa Souto é natural de João Pessoa, Paraíba. Foi aluna na Universidade Federal da Paraíba com o prof. Nelson Campos e Felipe Avellar, onde concluiu e recebeu o título de Bacharel em Música. Participou do Curso Internacional de Verão de Brasília (2004 – 2006 – 2007 -2008), foi bolsista do FIB (Festival Internacional de Brasília). Atuou de 2005-2009 como violoncelista estagiaria na Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB). Foi professora da Orquestra Sinfônica Cidade de Aracaju (2012-2015). É integrante da Orquestra Sinfônica de Sergipe ocupando o cargo de chefe de naipe desde 2010. É professora no Conservatório de Música de Sergipe.


Thiago Salvino é pernambucano, nascido no Recife. Em 2004 concluiu o Curso Técnico do Conservatório Pernambucano de Música do Recife. Dentre seus professores em masterclasses, destacam-se: Takeshi Kobayashi (Japão), Celso López (Chile), Shinobu Saito (São Paulo), Leonardo Autino (USA – BRASIL) Kirill Gogatyrev (RUSSÍA), Antonio Lauro Del Claro (Brasil), Johannes Gramsch (Alemanha), Fabio Presgrave (Brasil), dentre outros. Participou de inúmeras edições do Festival Eleazar de Carvalho (Fortaleza), Festivais Internacionais Virtuosi e sendo destaque em concursos de cordas. Desde 2006 passou a integrar o quadro de músicos Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE).


O violinista Fabiano Santana Dias é natural de Campo Grande (Rio de Janeiro). Graduou-se em violino no Conservatório De Música De Sergipe, graduando-se no ano 2000 em técnico em música com especialização em violino, na turma do professor José Rabelo Monteiro. É músico da Orsse desde 2003, onde realizou aperfeiçoamentos técnicos com violinistas renomados do cenário nacional e internacional. Além de atuar como violinista, dedica-se a trabalhos de orquestração, arranjos e composição, tendo obras suas já executadas. É integrante do Quinteto de Cordas Aracaju e Concertino da Orsse.


Natural de Curitiba, Sílvio Jackel Neto é flautista e chefe de naipe da Orquestra Sinfônica de Sergipe desde 2015. Graduou-se no curso Bacharelado em Flauta Transversal pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, sob a orientação do Prof. Luiz Pedro Krull. Teve como principais professores: Fabrício Ribeiro, Fabíola Alves, Tadeu Coelho, Maurício Freire, Marcos Kiehl e Luís Miguel Garcia. Atuou como flautista convidado das principais orquestras do sul do Brasil, entre elas: Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica da Universidade de Londrina, Camerata Antíqua de Curitiba, Orquestra de Câmara da PUC-PR, Camerata Florianópolis, Orquestra da Universidade Federal do Paraná, entre outras. Como solista, se apresentou frente à Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra da Universidade Federal do Paraná e Orquestra Sinfônica da Escola de Música e Belas Artes do Paraná.


Serviço


ORQUESTRA SINFÔNICA DE SERGIPE
Série Laranjeiras I – “Uma Noite em Veneza”
Teatro Atheneu, 12 de abril, quinta-feira, 20h30


GUILHERME MANNIS, regente e cravo
ANDRESSA SOUTO e THIAGO SALVINO, violoncelos
FABIANO SANTANA, violino
SILVIO JACKEL NETO, piccolo


Repertório
Arcangelo CORELLI

Concerto Grosso op. 6 nº1
Antonio VIVALDI
Concerto para 2 Violoncelos e Orquestra em Sol menor, RV 531
Tommaso ALBINONI (Remo Giazotto)
Adagio
Antonio VIVALDI
Concerto nº1, em Mi maior, “A Primavera”, RV 269, da série “As Quatro Estações”
Antonio VIVALDI
Concerto grosso RV 151 “Alla rustica”
Concerto para Piccolo e Orquestra, RV 443
Alessandro SCARLATTI
Concerto Grosso em Ré maior


Ingressos: R$10 (estudantes, melhor idade e professores) e R$20, disponíveis na bilheteria do Teatro Atheneu a partir do dia 10 de abril.


Realização: Secretaria de Estado da Cultura/ Governo de Sergipe

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Fale Conosco