16 de julho de 2019
POR: MP/SE
Fonte: MP/SE
Em: 16/07/2019 às 00h00

MP discute adoção de medidas efetivas para reduzir fila de espera de cirurgias cardíacas


MP discute adoção de medidas efetivas para reduzir fila de espera de cirurgias cardíacas (Imagem: Logo MP/SE)

MP discute adoção de medidas efetivas para reduzir fila de espera de cirurgias cardíacas (Imagem: Logo MP/SE)

O promotor de Justiça da 2ª Promotoria dos Direitos à Saúde, José Rony Silva Almeida, realizou audiências com representantes das Secretarias Estadual e Municipal da Saúde, Procuradoria do Estado, Hospital Cirurgia, Hospital do Coração, Hospital São Lucas e Hospital Primavera com o intuito de discutir medidas para a realização de cirurgias cardíacas em pacientes atendidos pelo SUS no Estado de Sergipe. 


Na primeira reunião realizada em fevereiro do corrente ano, a interventora do Hospital Cirurgia afirmou que, ao assumir a gestão do nosocômio, encontrou uma fila de espera registrada de 301 pacientes cardíacos.


Por conta do alto número de pacientes esperando pela cirurgia e da gravidade da situação, que pode inclusive leva a óbito alguns dos pacientes, o promotor Rony Almeida propôs, aos representantes do Estado de Sergipe, em audiência realizada no dia 03 de junho, que fossem feitos novos credenciamentos, já que hoje são realizadas apenas no hospital de cirurgia, referenciado pelo SUS, e que apesar do atendimento mensal de cerca de trinta cirurgias não está dando vazão à fila de espera com a urgência que se exige.


Assim, foi discutida a possibilidade de se credenciar outros hospitais filantrópicos e até mesmo hospitais da rede privada, tendo sido ajustado que em 30 dias, o Município de Aracaju e o Estado de Sergipe apresentassem soluções viáveis para atender a demanda e esgotar a fila de espera.


Em mais uma tentativa de resolver as questões extrajudicialmente, nova audiência foi realizada no dia 09 de julho, ocasião em que ficou acordado que, no prazo de 15 dias, os Hospitais do Coração, São Lucas e Primavera deverão apresentar, ao MP, ao Estado de Sergipe, ao Município de Aracaju e à PGE, proposta de contratos para a realização de cirurgias cardíacas.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação