21 de maio de 2019
POR: SES/SE
Fonte: SES/SE
Em: 20/05/2019 às 00h00

Secretário da Saúde reúne Regiões de Glória e Itabaiana sobre proposta de horário estendido nas UBS


O secretário de Estado da Saúde, Valberto de Oliveira, e a superintendente Adriana Menezes, reuniram-se nesta segunda-feira, 20, com os secretários de Saúde da Região de Nossa Senhora da Glória, para propor o horário estendido em duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de cada um dos municípios. À tarde, o encontro foi com os secretários da Região de Saúde de Itabaiana, com a mesma finalidade.  O encontro aconteceu no gabinete do Centro Administrativo Senador Gilvan Rocha.


Secretário da Saúde reúne Regiões de Glória e Itabaiana sobre proposta de horário estendido nas UBS (Foto: Flávia Pacheco/ SES/SE)

Secretário da Saúde reúne Regiões de Glória e Itabaiana sobre proposta de horário estendido nas UBS (Foto: Flávia Pacheco/ SES/SE)


De acordo com a proposta do secretário, o horário estendido deverá ser das 17  às 19h, exatamente no período em que os hospitais regionais registram o aumento do fluxo de pacientes de baixa complexidade, ou seja, aqueles que chegam à unidade hospitalar, passam pela avaliação médica, tomam a medicação prescrita e são liberados.


“Estamos discutindo uma alternativa para desafogar o fluxo dos hospitais regionais nos meses de junho e julho, época das infecções respiratórias e dos festejos juninos. Neste ano, temos um cenário preocupante das arboviroses, com o aumento dos casos de dengue, de modo que precisamos que os municípios ampliem a oferta dos serviços da Atenção Básica para deixar o hospital em condições de atender os pacientes de média e alta complexidade”, explicou o secretário Valberto de Oliveira.


Com o extrato do atendimento por município em mãos, a superintendente do Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória, Luíza Dantas, mostrou que a assistência ao paciente de baixa complexidade representa, em média, 98% do fluxo. “É quase um percentual padrão. Seja de Feira Nova, Gararu ou Aparecida, o fato é que quase 100% deles poderiam ter seus problemas de saúde resolvidos em uma UBS”, disse.


Os municípios compreenderam a mensagem do secretário e manifestaram apoio à proposta, e garantiram que vão levá-la aos prefeitos e suas equipes de trabalho. “Enfrentamos dificuldade na contratação de médicos, mas a gente já vinha discutindo a possível ampliação do horário porque entendemos que esta é uma necessidade por conta do momento crítico”, declarou a secretária de Saúde de Gararu, Naiara Stephani Resende Melo.


Para o secretário de Saúde de Graccho Cardoso, Edízio dos Santos, é possível implantar o horário estendido no período de junho e julho. “É um momento crítico que estamos vivendo e precisamos nos apoiar uns aos outros, em benefício da população. Dentro do nosso município o que for possível fazer, nós faremos”, afirmou.


Já a secretária de Saúde de Campo do Brito, Maria Muniz disse que o seu município fará todo o possível para atender à proposta feita pelo secretário de Estado da Saúde. ” Ela é excelente, mas há algumas dificuldades, mesmo assim faremos o possível para que a ação seja concretizada”, afirma.

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Fale Conosco