17 de junho de 2019
POR: Ferreira Filho
Fonte: Ferreira Filho
Em: 17/06/2019 às 07h12

Lula não é o Brasil



Segunda-feira, 17 de junho de 2019


Lula não é o Brasil


O respeito aos posicionamentos contrários é uma premissa da democracia, e deve ser praticado com excelência por todos os cidadãos e grupos políticos que compõem a sociedade brasileira, ainda que bastante "contrariados" por não alcançarem resultados favoráveis aos seus "desejos".


O que está ficando bem chato, e já começa a ser entendido por outra parte do povo brasileiro, é o fato do Partido dos Trabalhadores tentar passar para a opinião pública que eles são absolutos, e que o Brasil só tem jeito se for governado por um deles, pricipalmente, pelo ex-presidente Lula.


Foi a própria democracia que já deu essa oportunidade elegendo Lula e Dilma para o maior posto da Nação, e que depois, pelo mesmo sistema, entendeu que não queria mais, e resolveu promover uma mudança que ficou conhecida como "anti-petismo".

O sentimento anti-petista nasceu da decepção do povo brasileiro, quando começou a tomar conhecimento dos escândalos de corrupção dentro do Palácio do Planalto capitaneado pelo ex-ministro Zé Dirceu, denunciado pelo aliado de então, Roberto Jeferson.
 
De lá pra cá, os fatos foram evoluindo e chegaram na maior operação anti-corrupção do país, denominada Lava-Jato, conduzida pelo ex-juiz Sérgio Moro, alcançando em cheio a maior liderança do PT, o ex-presidente Lula, que continua preso por decisões judiciais em todas as instâncias de julgamento do Brasil.


A prisão de Lula deve ser apreciada nos Tribunais. Não será com movimentos de "greve geral" que os juízes decidirão diferente do que constam nos autos. Sim assim fosse, já teria saído alguma decisão favorável à sua soltura, quando o processo passou pelas mãos de vários julgadores, e não apenas pelo juiz Moro, considerado o "algoz" do Partido dos Trabalhadores.


Na última sexta-feira, quando foi realizada a "greve geral" organizada pelos sindicatos com o apoio do PT e partidos aliados para "dizer não" às propostas que estão sendo apresentadas pelo governo federal, o que se viu nas ruas foi o grito de "Lula Livre" com cartazes, faixas e bandeiras dos partidos e sindicatos, com um número já bem reduzido de populares.

O que essa gente precisa entender é que Lula não é o Brasil. O Brasil é maior que o PT e tantos outros que assim imaginam. O povo resolveu querer Ordem e Progresso, inda que não seja Bolsonaro o ideal, mas, por ele, a população deixou bem claro esse desejo.


 
Previsão do Tempo
Nesta segunda-feira (17), a região Nordeste permanece com céu nublado e previsão de chuvas persistentes. As chuvas serão mais intensas no norte do Maranhão, centro e norte do Piauí, no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, sertão e leste de Pernambuco, leste e agreste de Alagoas, Recôncavo, nordeste e sul da Bahia e possibilidade de chuva isoladas em Sergipe. A temperatura mínima na região vai ser de 13ºC e a máxima de 36ºC. Já a umidade relativa do ar fica entre 30% e 95%. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia, o INMET.



Mega acumulada
Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.160 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (15) em São Paulo (SP). O prêmio acumulou. As dezenas sorteadas foram: 01 – 19 – 46 – 47 – 49 – 53. A quina teve 116 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 49.024,59. Outros 9.486 apostadores acertaram a quadra; cada um receberá R$ 856,42. O próximo concurso (2.161) será na quarta-feira (19). O prêmio está acumulado em R$ 125 milhões.



Quina de São João
A partir deste sábado (15), todas as apostas feitas na Quina serão voltadas para o concurso especial de São João, que promete um super prêmio de R$ 140 milhões. A Quina de São João é realizada desde 2011 e oferece um prêmio maior porque parte do valor dos concursos regulares é acumulado durante um ano. O sorteio será no dia de São João, 24 de junho (segunda-feira), a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias CAIXA, um ambiente fixo de sorteios e aberto aos visitantes, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).



Citricultura
O deputado estadual Garibalde Mendonça esteve neste domingo, 16, reunido com viveiristas e pomaristas da região citrícola de Sergipe. O encontro aconteceu na Colônia 13, e contou também com a presença do prefeito de Indiaroba, Adinaldo do Nascimento. Uma agenda de ações ficou definida com o grupo que estava na reunão, para depois entregar uma proposta bem definida ao governador Belivaldo Chagas.



Encontro
A conversa que estava na agenda do prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira para ter com o deputado estadual Garibalde Mendonça está prevista para acontecer nesta segunda-feira, 17. É o primerio encontro em gabinete depois que Edvaldo exonerou o indicado de Garibalde da SEMA, para entregar ao novo aliado Laércio Oliveira.
 


Imagem ilustrativa: reprodução/Google
Contato: ferreirappa@gmail.com/Zap: 79 9 9987 2966
Mais Colunas

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Fale Conosco