14 de junho de 2019

Almeida Lima no jogo



Sexta-feira, 14 de junho de 2019


Almeida Lima no jogo


É no mínimo muito precoce alguém e, ou algum setor da imprensa subestimar a presença do ex-prefeito Almeida Lima na eleição de 2020.


A história registra um fato com o próprio Almeida depois que ele deixou o comando da Prefeitura de Aracaju em 1996, quando muitos também diziam que se tratava do seu último mandato, principalmente, por causa do rompimento com o primo Jackson Barreto. Naquela eleição,JB elegeu João Augusto Gama, que disputou o segundo turno com Ismael Silva do PT.


Em 2000, Almeida vai para eleição de prefeito de Aracaju pelo PDT contra Marcelo Deda, PT, e Valadares, PSB, ficando em segundo lugar. Com o advogado Evaldo Campos como seu vice, as urnas totalizaram 51.987 votos para o ex-prefeito.


O pleito de 2002 levou o PDT para uma aliança com o PFL do ex-governador João Alves Filho, tendo Almeida como candidato a senador, enfrentando nomes fortes para o cargo naquela eleição. Disputaram além dele: Antônio Carlos Valadares, PSB, Ivan Leite, PSDB, João Augusto Gama, PMN, Jerônimo Reis, PTB, Benedito Figueredo, PMDB, e alguns outros com pouca expressão naquela ocasião. Sairam eleitos Valadares com 324.670 votos, e Almeida com 307.326. Depois dele, em terceiro lugar ficou Ivan Leite que obteve 193.095 votos. Logo Almeida passou a ser um "Fênix". Foram oito anos de senado, até 2010, e depois mais quatro como deputado federal até 2014.


Nesse ano perdeu a eleição para deputado estadual, e foi auxiliar o primo Jackson Barreto governador, já feito as pazes, onde ficou até Abril de 2018, quando já era governador Belivaldo Chagas, e que dava sinais claros de não desejar Almeida lhe auxiliando.


Agora Almeida deixa o MDB, se filia ao PV, e é um nome à disposição do partido para disputar a prefeitura de Aracaju ano que vem. Novamente, alguns "imparciais" já falam de uma candidatura que não vingará, o que eu prefiro aguardar as reações do eleitorado quando todos os nomes estiverem postos. Depois da eleição do anônimo Bolsonaro, e como se deu, sei não viu! Não tem ninguém ganho nesse jogo que só está começando.



Frente Parlamentar
Na sessão plenária  da manhã de ontem, 13, o deputado estadual Garibalde Mendonça (MDB) convidou a todos os deputados da Casa Legislativa a participarem do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Engenharia. O evento acontece hoje, sexta-feira na capital sergipana, no Hotel Delmar, às 9h. De acordo com o parlamentar, o lançamento da comissão parlamentar ocorre durante a realização da reunião do Colégio de Presidentes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) de todo o Brasil. Essa é  terceira vez que o estado Sergipe é sede do evento.



Itaporanga D'Ajuda
O Ministério Público de Sergipe, por intermédio do promotor de Justiça Peterson Almeida Barbosa oficiou a Prefeitura Municipal de Itaporanga, requisitando informações e providências necessárias para o bom andamento dos festejos juninos daquele Município.



Itaporanga D'Ajuda II
De acordo com Peterson Barbosa, a fiscalização é feita com o intuito de proporcionar mais segurança e tranquilidade aos frequentadores dos eventos públicos, bem como averiguar o cumprimento da Portaria Normativa nº 01/2019-GCG, de 16 de Janeiro de 2019 da Polícia Militar de Sergipe, que regulamenta as ações necessárias para a solicitação de policiamento ostensivo específico para “eventos festivos” públicos e/ou privados em todo o Estado de Sergipe



Setransp
O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) comunica que as empresas de ônibus estão movendo esforços para que o serviço de transporte público coletivo em Aracaju e na região metropolitana aconteça de forma regular nesta sexta-feira, dia 14, mesmo com o indicativo de paralisação geral.


A justiça concedeu a liminar, solicitada pelo Setransp, determinando que ao menos 40% do efetivo dos trabalhadores do transporte esteja prestando serviço à população, sob pena de multa diária de R$ 50 mil ao Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário de Sergipe (Sinttra), que sinalizou participação na paralisação.



Juiz Moro
O presidente Jair Bolsonaro elogiou ontem (13) o trabalho do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante sua atuação como juiz da Operação Lava Jato. “O que ele fez não tem preço. Ele realmente botou para fora, mostrou as vísceras do poder, a promiscuidade do poder no tocante à corrupção”, disse Bolsonaro em conversa com jornalistas após cerimônia no Palácio do Planalto.



Calendário - Imagem: reprodução/Google
Contato: ferreirappa@gmail.com/Zap: 79 9 9987 2966
Mais Colunas

Matérias em destaque

Click Sergipe - O mundo num só Click

Apresentação